Ação Social
Quarta-feira, 12 de Abril de 2017

SABE O QUE A NOSSA JUNTA DE FREGUESIA FAZ NA ÁREA DA AÇÃO SOCIAL ?
SE TIVER PROBLEMAS, OU SE SOUBER DE VISINHOS QUE TENHAM, VENHAM À SUA JUNTA E NÓS ESTAMOS CÁ PARA AJUDAR A RESOLVER
LEIA TUDO COM ATENÇÃO
GAAS - Relatório de Atividades 2016
As Juntas de Freguesia são órgãos de proximidade por excelência, têm por isso uma responsabilidade acrescida, para com todos os seus fregueses, no que concerne à promoção da sua qualidade de vida e são os atores melhor colocados para promover a eficiência e a eficácia da gestão dos recursos públicos.
O Pelouro da Ação Social da Freguesia tem como principais competências:
· Promover políticas de Ação Social na Freguesia;
· Acompanhar e apoiar a atividade das IPSS e outras instituições de apoio Social Cultural e Desportivo da freguesia;
· Promover parcerias e desenvolver soluções para apoio a situações de carência social;
· Promover iniciativas de inclusão e valorização da interculturalidade da freguesia;
· Representar a Freguesia de Porto Salvo na Rede Social de Oeiras;
· Representar a Freguesia de Porto Salvo na Comissão de Proteção Crianças e Jovens em Risco;
· Participar nos grupos de Trabalho no âmbito do Plano de Desenvolvimento Social de Oeiras;
· Propor e estabelecer protocolos de cooperação em matéria de apoio social;
· Dinamizar iniciativas com a população sénior de combate ao isolamento;
· Desenvolver e apoiar projetos de intervenção social visando os grupos mais vulneráveis, nomeadamente o das pessoas sem abrigo e assegurar a intervenção adequada em situações de emergência social;
· Promover, Coordenar e Formar a atividade Voluntária;
· Incentivar a reutilização de bens, a rentabilização de recursos e a promoção de sustentabilidade e de responsabilidade coletiva.
A Junta de Freguesia de Porto Salvo criou e implementou o Gabinete de Apoio e Acompanhamento Social com a responsabilidade de desenvolver todas estas competências.
O GAAS, é um serviço de primeira linha, que visa apoiar as pessoas e as famílias na prevenção e/ou reparação de problemas geradores ou gerados por situações de exclusão social e, em certos casos, actuar em situações de emergência e tem como, principais objetivos:
· Minimizar as debilidades sociais, económicas e culturais da população carenciada da freguesia de Porto Salvo;
· Reduzir o número de pessoas em situação de pobreza extrema;
· Desenvolver competências nos indivíduos sociais e economicamente desfavorecidos e fomentar a sua inclusão social;
· Realizar a análise e o diagnóstico dos casos sociais detetados, bem como o seu encaminhamento de forma integrada junto das parceiras locais que têm por missão a intervenção dos grupos socialmente vulneráveis.
O Atendimento Social dá a possibilidade às pessoas de colocarem os seus problemas e serem orientadas e aconselhadas mediante recursos que existem para suprir os problemas detetados, fazendo o diagnóstico e a proposta de intervenção; Em 2016 foram atendidos 192 indivíduos sendo 141 do sexo feminino e 51 do sexo masculino conforme gráfico abaixo.
No gráfico abaixo podemos verificar que os pedidos de apoio alimentar foram os mais frequentes, seguidos do apoio financeiro e informações.
A Junta de Freguesia criou ainda, O Gabinete de Psicologia a funcionar, com uma psicóloga clinica, atende gratuitamente todos os que necessitam de apoio ou acompanhamento e que espontaneamente procuram o referido serviço. Em 2016 foram efetuadas 121 consultas.
A Loja Solidaria é uma resposta social solidária, de intervenção na emergência social, que aparece como uma estrutura de apoio e acompanhamento de proximidade, com o objetivo de suprir necessidades materiais imediatas de famílias em situação de vulnerabilidade sócio económica, através da recolha e disponibilização de bens usados ou novos, doados por particulares, empresas, ou outras entidades. Em 2016 foram apoiadas 36 famílias num total de 142 indivíduos com bens alimentares e produtos de higiene e conforto. No mesmo período foram apoiadas 74 famílias num total de 212 indivíduos com roupas, calçado, acessórios, artigos de casa, brinquedos, jogos e livros.
O Fundo de Emergência Social é uma medida, instituída pela CMO, que visa concretizar um apoio extraordinário a indivíduos e famílias expostas a condições extremas de vulnerabilidade social e financeira e que não se integram nas respostas usualmente disponibilizadas pelos serviços tradicionais. No período foram instaurados, na freguesia de Porto Salvo, 36 processos tendo sido todos aprovados os apoios financeiros no valor total de 20 896,36€.
Através de protocolo assinado com a Agencia Nacional Intervenção Social, criamos a Cantina Social. Este programa tem o propósito e a preocupação de atuar nas situações mais vulneráveis em termos de carência alimentar para pessoas residentes, em Porto Salvo, com dificuldades de mobilidade quer de ordem física quer de ordem económica. Em 2016, com início no mês de Abril, foram distribuídas 12 588 refeições.
A parceria com o Movimento Re-FOOD 4 Good-Oeiras foi possível apoiar, 2 vezes por semana, famílias carenciadas do Bairro dos Navegadores. A responsabilidade, desta distribuição, é da Associação de Moradores do Bairro dos Navegadores
Os Eventos Solidários acontecem em parceria com organizações, entidades e pessoas em nome individual.
· Jantar Solidário. Em 11 de Fevereiro o restaurante Casa Velha em colaboração com a Junta de Freguesia ofereceu um jantar a 42 pessoas carenciadas da freguesia.
· 2º Caminhada Solidária. A Atividade, organizada no âmbito da Comissão Social de Freguesia, realizou-se na manhã de 26 de Junho, em Porto Salvo, e contou com 300 inscritos e a participação de 14 entidades. No local de chegada, Parque Manuel Pereira Coentro, houve a atuação dos grupos de concertinas “os Minhotos da Laje” e “Flores da Beira e uma Mega Aula de Aeróbica Dance. Esta iniciativa permitiu a recolha de alimentos para a Loja Solidária.
As atividades Seniores pretendem promover a qualidade de vida dos fregueses com mais idade. No período foram realizados 3 passeios. Um passeio ao Parque Natural da Arrábida para 35 pessoas e dois ao Jardins do Buddha Eden que abrangeram 110 pessoas.
A disponibilização de Cabazes Alimentares são sempre uma ajuda preciosa para as famílias mais carenciadas. Este ano foi possível no dia de Reis, com o apoio do Rotary Clube de Oeiras, distribuir cabaz alimentar a 17 famílias. No Natal, com apoio da PEPPER, dos Lions, do Rotary Clube de Oeiras e da CMO, foram apoiadas 90 famílias com cabaz alimentar;